15 julho 2020, 19:10
Foto: ilustração

Com serviço de cuidado para pets, donos curtem as férias

Quem divide um espaço em casa com um pet, quando chegam os últimos meses do ano e os primeiros do porvir – característico como época das viagens de férias – precisam sempre planejar muito bem e, há quem fique em dúvida quanto à alternativa de tutor que vá alimentar, zelar ou mesmo conversar com o bichinho da forma que os donos fazem. Serviços de hotelaria ou mesmo pet sitter são uma opção para quem fica desconfiado de pedir favor à amigos ou familiares.

“Olha, geralmente quando me procuram a preocupação principal é com a segurança física e o bem estar emocional do animal, o tutor não fica preocupado apenas com alimentação e água do animal, mas se ele não vai fugir, ficar triste, irritado, etc…”, explica a pet sitter Marluce da Costa.

Trabalhando como protetora de animais desde de 2009, Marluce é bióloga desde 2014 e de sua experiência como alternativa de tutora nessa época, aponta que os donos: “também se preocupam com a saúde física, caso o animal precise de medicação… Aí para tranquilizar o tutor eu faço vídeos a cada visita, se precisar faço chamada de vídeo na hora lá… Qualquer coisa eu ligo ou mando áudio, sempre informo 100% o passo a passo de tudo que acontece”.

“Estou disponível a qualquer dia do ano, porém a procura é maior nesta época de Natal e Ano-Novo, que geralmente o pessoal emenda para visitar a família, descansar…. Já cheguei a ir em várias casas nos mesmos dias”, revela ainda a cuidadora de animais que cobra R$ 66 a diária, sendo 50% na contratação e o restante, incluindo – caso possua – reembolsos, ao término do contrato.

Sobre o aumento na procura dessa época do ano, Marluce conta que: “acho ótimo não só pela procura do meu serviço, mas porque essa época do ano é a que ocorre maior abandono de animais já que o pessoal vai viajar, aí não quer levar o bicho junto nem pagar ninguém pra cuidar, mesmo parentes ou amigos… Então se a pessoa me procura é porque tem amor pelo animal e está ciente da sua responsabilidade.”

Oferecendo uma alternativa de serviço, a clínica Dr. Vet (que fica na rua Antônio Maria Coelha, 2782), também para essa época do ano traz a hotelaria para gatos e cães de pequeno e médio porte, a partir de R$ 60. Sendo que o dono precisa levar a própria ração, a clínica ainda recebe – como exóticos – coelhos; calopsitas; periquitos e porquinhos da índia, no valor de R$ 50, sendo R$ 35 na própria gaiola para esse tipo de animais.

Já no Pet Shop Hotel Ponto Animal, localizado na rua Amazonas, 470, os valores variam para os diverentes tamanhos de pet e, caso o dono leve a ração, existem ainda descontas na diária. Para os que levarem junto a comida do bichinho, para cães pequenos são cobrados R$ 35; R$ 40 o médio e R$ 50 o grande.

Para os donos que possuem mais de um animal em casa há ainda pacotes de desconto. Já no caso dos gatinhos o valor da diária é de R$ 30, incluso a ração. De quem trabalha com diversos animais nessa época, e é apaixonado pela causa, Marluce destaca: “eu acho maravilhoso, não só como pet sitter, mas também como protetora de animais e bióloga que sou, aumenta minha experiência pessoal e me deixa feliz saber que não só cães e gatos estão tendo amor e um teto, tem várias outras espécies que merecem tanto quanto ser amadas. Fora que você convive também com várias personalidades, dócil, bravo, medroso”.

Acumulando estórias, Marluce conta de uma casa em que haviam vários cães: “uns me lambendo, outros latindo mas correndo de mim… aí uma entrou onde não devia, falei com a tutora e ela disse que podia pegar e tirar de lá, pois não ia me atacar. Aí ficamos eu e a cadela, uma olhando de lado pra outra, nós duas morrendo de medo uma da outra. Um hamster sírio já ficou hospedado aqui em casa, junto com nosso falecido porquinho da índia… a tutora até saiu falando que eles tinham virado primos”, relembra Marluce.

Serviço: Para mais informações você pode entrar em contato com a Dr. Vet pelo telefone (67) 3301-9383; com o Pet Shop Hotel Ponto Animal pelo (67) 3026-5387 e com Marluce através dos telefones (67) 9-9254-3975 ou (67) 9-9145-6863.

(Texto: Leo Ribeiro)

Veja também

Devido a decreto, aulas e exames do Detran estão suspensos

Devido ao Decreto Municipal, publicado nesta quarta-feira (15), aulas e exames realizados aos finais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *