15 julho 2020, 21:10
Valentim Manieri

Bom atendimento vale mais que preço baixo na Capital

A pesquisa realizada pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS) e pelo Sebrae/MS, revelou que os consumidores estão cada vez mais exigentes e ao mesmo tempo, mais observadores. Para 31% dos entrevistados, o bom atendimento será peça-chave para a concretização da compra, influenciando até mais que as promoções oferecidas pelos lojistas.

Com isso, especialistas destacam que os consumidores estão buscando uma experiência de compra e não mais “comprar por comprar”. Para saber o porquê dos consumidores estarem mais exigentes, a equipe do jornal O Estado foi até o Centro da cidade para conhecer de perto a opinião de alguns deles.

“Temos percebido nas pesquisas sazonais que o consumidor valoriza mais a experiência do que o item físico comprado. Ele gasta mais com comemorações do que com presentes. Esse comportamento é visto principalmente nas gerações Y e Z, que são mais jovens”, afirmou a técnica e economista do Sebrae/MS, Vanessa Schimdt.

Adelaido Vila, presidente da CDL Campo Grande (Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande) garante que somente neste ano, foram capacitados mais de 5 mil pessoas e completa que os vendedores e lojistas que não tiverem um bom atendimento sofrerão as consequências. (João Fernandes com Michelly Perez). Confira a reportagem completa acessando o link.

Veja também

Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% em 2020

O Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *