22 setembro 2020, 20:02
Foto: DW

PSL suspende Eduardo Bolsonaro por um ano

O filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro recebeu suspensão de um ano do partido PSL, além disso a sigla dissolveu o Diretório Estadual de São Paulo, que era comandado pelo parlamentar. Outros 13 deputados ligados ao presidente Jair Bolsonaro também receberam a suspensão e outros quatro levaram advertências.

Na semana passada, a executiva do PSL já havia recomendado a suspensão, porém a decisão ainda tinha que ser aprovada pelo Diretório Nacional do Partido, composto por 153 parlamentares. A recomendação foi acatada ontem (3) por unanimidade.

De acordo com informações da Deutsche Welle, devido a suspensão Eduardo deve perder o posto de líder da bancada do PSL na Câmara. Entretanto, ainda deve permanecer na presidência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

Além do parlamentar, os deputados Bibo Nunes (RS), Alê Silva (MG) e Daniel Silveira (RJ) também foram suspensos por 1 ano. Entre os punidos com suspensões que variam de 3 a 10 meses, estão Carlos Jordy (RJ), Carla Zambelli (SP), Bia Kicis (DF), Filipe Barros (PR), Márcio Labre (RJ), Sanderson (RS), Vitor Hugo (GO), General Girão (RN), Junio Amaral (MG) e Luiz Philippe de Órleans e Bragança (SP).

(Texto: Jéssica Vitória com informações da Deutsche Welle)

Veja também

Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (22) que o Brasil é vítima de “uma das …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *