12 dezembro 2019, 3:19
Reprodução/Internet

Exportação de carnes para China e outros países desacelera

As exportações de carnes bovina, suína e de frango geraram receita 755,8 milhões de dólares de faturamento para o Brasil no mês de Novembro.

O número representa queda de 0,90% se comparado ao mês de outubro. Porém, se comparado com o mesmo período do ano passado, houve uma forte alta: 45% em relação 521,1 milhões de dólares contabilizados em novembro de 2018.

A baixa na variação mensal, contudo, é reflexo da dificuldade no fechamento de contratos com compradores importantes, como a China, que aguardam pela redução nos preços dos cortes comercializados pelo Brasil e estão parcialmente abastecidos até janeiro, conforme apurou a reportagem.

As vendas internacionais de carne bovina saíram do recorde de 170,5 mil toneladas em outubro para 155,6 mil toneladas em novembro, queda de 8,74. O preço médio da tonelada alcançou 4.857,60 dólares, ante 4.473,50 dólares do mês de outubro (+8,58%) e 3.993,80 dólares em igual período do ano passado (+21,6%).

Os preços internos da matéria-prima estão altos, como no caso da arroba bovina, que saltou mais de 30% em novembro, e o repasse desses custos pelos frigoríficos encareceu o produto exportado e também para consumo interno. No fechamento de novembro, o aumento nos preços da carne bovina desossada no mercado atacadista nacional foi de 22,9% na média de todos os cortes pesquisados, de acordo com a Scot Consultoria. (João Fernandes com Veja, Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

Veja também

Prefeitura pretende oferecer desconto no IPTU

O projeto da Prefeitura, o Programa Campo Grande Solar que ainda passa por votação na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *