31 maio 2020, 9:00
Foto: Edemir Rodrigues

Porto Murtinho: Governo tenta recuperar estrutura do dique

Para conter os desabamentos, que ocorrem por conta de erosões no sistema de contenção do Rio Paraguai, em Porto Murtinho, cidade a 473 km da Capital, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) contratou de forma emergencial e sem licitação prévia a empresa Schettini Engenharia Ltda, para realizar o projeto para que visa a recuperação e reforço na estrutura do dique. O anúncio foi publicado na edição de ontem (2) do Diário Oficial do Estado.

O cedimento da estrutura ocorreu no fim de outubro, quando parte de uma das placas que formam uma parede contínua à estrutura do dique não suportou a pressão da água e soltou. O desmoronamento ocorreu na região central do município, trecho em que o rio possui maior profundidade. O que evitou uma tragédia ainda maior foi o período com baixo índice de chuvas, que manteve o nível da água baixo. Com o desmoronamento, a estação flutuante de captação de águas da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), que fica ao lado do local afetado pela erosão, foi remaneja para outro ponto no rio.

Para evitar um agravamento na situação pela chegada do período de chuvas, o governo do Estado decretou situação de emergência e realizou a contratação das empresas que vão assumir o desenvolvimento das reformas, sem a necessidade de uma licitação. Entre os pedidos está a elaboração do projeto, que prevê a recuperação e reforço da cortina de contenção do dique de Porto Murtinho. A elaboração foram orçadas em cerca de R$ 427 mil, com a conclusão prevista para daqui 60 dias.

(Texto: Amanda Amorim)

Veja também

Águas Guariroba cria pontos de higienização em terminais

Modais do sistema de Transporte Coletivo da Capital ganham benfeitoria da empresa A Águas Guariroba …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *