11 dezembro 2019, 18:39
Crédito: arquivo pessoal

Seu gato não quer te deixa dormir? Saiba como agir!

Durma tranquilo com dicas para acalmar seu bichano sem sono

Uma boa noite de sono é tudo o que você precisa após um dia exaustivo de atividades e trabalho. Mas eis que, seu bichano não te deixa dormir. O caderno Viver Bem foi atrás de algumas dicas que podem garantir uma noite de descanso para você e seu amiguinho.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, gatos não são animais noturnos. Porém, eles têm o metabolismo e o ritmo diferente dos humanos. Gatos são animais crepusculares. O que significa que eles têm mais energia ao amanhecer e ao anoitecer. O intervalo de sono dos gatos também é diferente. Ao contrário do que muita gente acha, os gatos dormem sim durante a noite. Porém, em intervalos mais curtos.

Já que a natureza te deu um relógio biológico diferente do seu felino isso não quer dizer que vocês não podem viver em harmonia. Para que isso aconteça é essencial adotar algumas medidas. O médico-veterinário, Cristian Duarte da clínica Doutor Vet deu algumas dicas sobre o assunto. Um dos principais motivos de os gatos ficarem vocalizando à noite é o desejo de se reproduzirem. O miado que parece um choro, nada mais é do que o felino chamando pela fêmea, e a literatura diz que o volume desse “cortejo” pode chegar até um quilômetro de distância”. Cristian afirmou que a solução para esse caso é a castração.

Se o seu gato é castrado e não te deixa dormir, o primeiro passo é criar uma rotina. Caso contrário, você acaba sendo escravo da rotina dele. O ideal é que você acorde e procure dormir no mesmo horário alinhando assim à sua rotina a do seu felino e não vice-versa. Também é importante estabelecer horários para que o seu bichano se alimente e, claro, reserve um tempinho para as brincadeiras e dar os mimos que seu gato merece. Quando você estabelece uma rotina, fica mais fácil do seu gato entender quando é hora de dormir.

Agora, se você é do tipo de dono que deixa comida disponível para o seu gato o dia todo, esse costume precisa mudar. A comida, naturalmente, é uma fonte de energia para o seu bichano. Se você permite que ele se alimente o tempo todo, sua energia também será constante (e inesgotável!) especialmente à noite. Outro cuidado importante é não ofertar ao seu bichano alimentos que fogem a uma dieta baseada em rações. Principalmente quando se trata de animais idosos, que requerem alimentação adequada. Gato idoso se alimenta de ração para gato idoso”, pontua o Dr. Cristian. Procure alimentar seu gato, no máximo, duas vezes ao dia. O intervalo ideal entre as refeições é de 6 a 8 horas.

Se você não tem o costume de alimentar seu gato em horários fixos, atenção! Não mude a rotina do seu pet de um dia para o outro. Gatos não gostam de mudanças drásticas. Por isso o ideal é que você estabeleça os horários e vá diminuindo a quantidade de comida durante o dia até que isso se transforme nos períodos estabelecidos por você.

Eduque seu gato a dormir na mesma hora que você dorme. Por exemplo, se você dorme às 23h, separe às 21h para brincar bastante com o seu bichano. É importante deixá-lo bem cansado. Então, nada de economizar na diversão! Varinhas, bolinhas e ratinhos são brinquedos que os felinos adoram e rendem boas horas de lazer. “É brincadeira e muito mimo. Eles demonstram amor e carinho lambendo e roçando em seus donos”, finaliza Cristian Duarte.

Depois de gastar bastante energia é hora de alimentar seu gato. Depois de comer, prepare alguns minutinhos para escová-lo e deixá-lo mais relaxado. Pronto! Agora é hora de você colocar seu pijama e aproveitar o melhor do seu travesseiro e deixar seu gatinho descansar.

(Texto: Marcelo Rezende)

Veja também

Indicações ao Globo de Ouro mostram predomínio da Netflix

A Netflix está tendo um bom ano no Globo de Ouro. Com quatro indicações ao prêmio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *