11 dezembro 2019, 18:16
Foto: divulgação

Crianças fazem boneca símbolo da resistência negra

Na época da escravidão, as bonecas ‘Abayomi’ eram confeccionadas nos porões dos navios que transportavam o povo africano para o Brasil. Como forma de  acalentar seus filhos durante as viagens, as mães africanas rasgavam retalhos de suas roupas e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção.

A oficina desenvolvida pelas técnicas da Subsecretaria de Políticas Públicas para a Igualdade Racial, faz parte da campanha “Novembro Negro”, que tem como objetivo desenvolver ações de fortalecimento das políticas públicas para a promoção da igualdade racial, com ênfase para a população negra, para a garantia de direitos e integração das ações de cidadania.

De acordo com Amirtes Carvalho, técnica da Subsecretaria de Políticas Públicas, a atividade abre espaço para a troca de conhecimento e o processo criativo. “Iniciamos com uma breve narrativa sobre a história da Abayomi e a necessidade de uma nova construção de sentido de superação para o povo negro brasileiro e as perspectivas que dela se constroem. Posteriormente é iniciada a confecção das bonecas a partir de técnicas de amarrações, laços e nós, ao final da oficina cada criança pode levar a boneca confeccionada para casa”, relata.

(Texto: Julisandy Ferreira com assessoria)

Veja também

Indicações ao Globo de Ouro mostram predomínio da Netflix

A Netflix está tendo um bom ano no Globo de Ouro. Com quatro indicações ao prêmio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *