15 julho 2020, 19:31
Crédito: Shutterstock

Após 4 décadas, EUA legaliza assentamentos de israelenses

O governo dos Estados Unidos retirou a posição de que os assentamentos israelenses em território ocupado na Cisjordânia violam o direito internacional, algo que o país mantinha há quatro décadas e cuja mudança torna os esforços de paz na região ainda mais difíceis.

“O estabelecimento de assentamentos israelenses na Cisjordânia não é em si incompatível com o direito internacional”, disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em entrevista coletiva.

O Departamento de Estado americano abandona assim um parecer jurídico que emitiu em 1978, durante o mandato do então presidente Jimmy Carter, declarando os assentamentos civis israelenses nos territórios palestinos ocupados como “incompatíveis com o direito internacional”.

(Texto: Karine Alencar com informações do Poder 360)

Veja também

Bolsonaro conversa com Putin sobre cooperação na saúde

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta segunda-feira (15), que conversou, por telefone, com o presidente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *