15 dezembro 2019, 19:44
Crédito: Divulgação

Acusado de roubo é executado a tiros; Grávida é ferida

Um jovem de 19 anos acusado de cometer uma série de roubos na região da fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai foi executado com pelo menos 50 tiros de fuzil na noite de ontem, em Ponta Porã, durante ação de pistoleiros que deixou uma mulher grávida, de 24, ferida por estilhaços de munição, em Ponta Porã.

João Vitor Barrios Hirakawauchi foi preso junto da mãe, de 35, e de uma outra mulher, de 25, no último dia 13, durante operação conjunta das polícias Militar e Civil para identificar um grupo que cometia assaltos a residências na cidade. O trio escondia na casa deles um grande arsenal. Foram apreendidos três pistolas 9 milímetros, munições e um fuzil calibre 556, dois carregadores e 51 munições de fuzil.

Hirakawauchi foi indiciado pela lei do desarmamento e respondia ao crime em liberdade após pagar fiança no mesmo dia de sua prisão.

Segundo a polícia, ele seguia em um Gol prata em uma avenida da cidade fronteiriça quando um Voyage com três homens se aproximou. Dois dos ocupantes já desceram do veículo atirando. O alvo morreu na hora.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima grávida passava pelo local quando foi atingida pelos estilhaços. Ela foi socorrida por uma ambulância ao Hospital Regional da cidade e em seguida foi transferida para o Hospital da Vida que não informou o seu estado de saúde.

Foi o quinto caso de violência registrado na fronteira somente no feriado. E a mancha de sangue não para de crescer. Na tarde de ontem, um brasileiro de 21 anos que já fora preso por tráfico foi baleado duas vezes por disparos de pistola calibre 9 milímetros na frutaria onde trabalha, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha a Ponta Porã. Ele foi socorrido por colegas de serviço a um pronto-socorro local e não há informações sobre seu estado de saúde.

Segundo a polícia paraguaia, o crime foi cometido por dois homens em uma moto preta, que fugiram após o crime.

Nenhum dos autores dos dois crimes haviam sido identificados pela polícia até a publicação desta reportagem. Os casos são investigados.

(Texto: Rafael Ribeiro)

Veja também

Dupla abre fogo em festa e deixa jovem gravemente ferida

Carolina Alves Cardoso, 18, ficou gravemente ferida na madrugada deste sábado (14) durante um evento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *