19 novembro 2019, 11:21
Crédito: Reprodução/Internet

Deco cumpre mandados de busca e apreensão em Estados

Cerca de 200 policiais civis e militares participam da Operação Cegueira Deliberada, que começou nesta quinta-feira (07), em Goiânia. A Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime), cumpriu 62 mandados de busca e apreensão em imóveis de empresários acusados de envolvimento em fraudes e processos licitatórios do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Goiás, sendo cumpridos sete mandados de prisão temporária e R$ 50 mil em espécie apreendidos.

A investigação apura crimes de desvios de recursos públicos e corrupção. Foram feitas diligências em várias cidades do Centro-Oeste. De acordo com a responsável pela investigação aqui no Estado, a delegada, Ana Claudia Medina, os mandados foram cumpridos em diversos condomínios de alto padrão, sendo apreendidos 16 veículos de luxo, várias obras de arte de grande valor do renomado pintor Antônio Poteiro e diversos cheques no valor total de R$ 206.566,70, além 35 munições de calibre 12 e 1 espingarda.

Durante o cumprimento das buscas, foi encontrado na residência de Sérgio Augusto Pinto, um dos investigados, um revólver calibre 38 com registro vencido. Os outros nomes dos investigados que residem em Goiânia são: Daniel Ganda dos Santos, Marcelo Augusto Sampaio, Wederson da Silva Viana e Rosana Ribeiro da Silva. Wagner Pedroso Caovila é de Brasília e Carlos Henrique Senkiio de São Paulo.

Em nota, o Detran de Goiás afirmou que apoia e vem colaborando com a Polícia Civil e Secretaria de Segurança Pública de Goiás na investigação que envolve a Operação Cegueira Deliberada.

(Texto: Thais Cintra)

Veja também

Líder de gangue assaltava para pagar dívida com PCC

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul vai investigar a informação de que Antônio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *