31 outubro 2020, 3:49
Crédito: Divulgação/ Prefeitura

Pontos turísticos da Capital serão agraciados em exposição

Com homenagem a monumentos históricos de Campo Grande, a exposição “Entrelaçando Linhas e Cores”, que acontece do dia 24 a 31 de outubro, mostra bordados à mão no estilo rococó, pontos retos, hastes, cheios e picurus, feitos pela artista Gisele Fraga. A exposição será na Galeria de Vidro, que está localizada na Plataforma Cultural, na Avenida Calógeras, 3015, Centro.

As técnicas de bordado irão homenagear o Museu José Antônio Pereira, o coreto da Praça Cuiabá, o Horto Florestal, a iconografia indígena e monumento zarabatana do Parque das Nações Indígenas. Além destes, também estão representados nos pontos a fauna e flora características de Campo Grande como as araras canindé, capivaras, tucano, bem-te-vis e ipês em móbiles, assim como as comunidades quilombolas campo-grandenses.

Esta é a primeira exposição realizada pela artesã, que pretende desenvolver um trabalho de maior amplitude, mostrando as iconografias regionais em peças maiores, como mantas.“Quis sair um pouco do que já é feito no segmento dos bordados. Comecei a procurar pontos turísticos, pesquisar, e mostrar nas linhas esses locais. Fiz almofadas, portas agulheiros, e outras peças”, pontua Gisele, uma apaixonada pela história de Campo Grande, que enxerga essas peças como potenciais objetos turísticos.

Foram produzidas cerca de 37 peças inéditas, que poderão ser adquiridas após o encerramento da exposição.

(Texto: Izabela Cavalcanti com informações da Prefeitura de Campo Grande)

Veja também

Gustavo Lima vai pagar R$56,5 mil de pensão

A primeira decisão em torno do divórcio milionário de Gusttavo Lima e Andressa Suita já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *