20 outubro 2020, 1:37
Crédito: Divulgação

Johnson vê obstáculo para ratificação do Brexit

Após um dos líderes do Legislativo se recusar a permitir uma votação do acordo nesta segunda-feira (21), Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido pode ter novas dificuldade para sancionar o acordo da separação Britânica da União Europeia no parlamento.

O presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, disse que uma votação não deveria ser permitida nesta segunda-feira porque o mesmo tema havia sido debatido no sábado, quando oponentes transformaram o grande dia do Brexit de Johnson em uma humilhação.

“Em suma, a moção de hoje é, na substância, a mesma que a moção de sábado, e a Câmara (dos Comuns) decidiu o assunto. As circunstâncias de hoje são, na substância, as mesmas das circunstâncias de sábado”, disse Bercow ao Parlamento.

“Minha decisão, portanto, é que a moção não será debatida hoje, já que seria repetitivo e desordeiro fazê-lo”, afirmou Bercow, provocando a ira de parlamentares pró-Brexit, que disseram que foram privados da chance de votar o acordo de Johnson.

Bercow disse que o governo ainda pode conseguir a ratificação do pacto do Brexit até 31 de outubro se tiver os números de que necessita no Parlamento. Johnson ficou decepcionado com a decisão, disse um porta-voz.

(Texto: Karine Alencar com informações da Reuters)

Veja também

UE anuncia recurso de 400 milhões de euros para nova vacina

A União Europeia vai contribuir com 400 milhões de euros para a compra da vacina …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *