15 novembro 2019, 3:57
Foto: reprodução

Inscrições para o concurso público da UEMS terminam dia 25

Para aqueles que ainda não se inscreveram, o concurso público de provas e títulos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) estará com inscrições abertas até o dia 25 de outubro. A oferta conta com 11 vagas de nível médio e nove para nível superior.

A Prova Escrita terá a duração de 4 horas e será aplicada no dia 15 de dezembro de 2019, nos municípios de Dourados e Campo Grande, nos períodos matutino e vespertino.

De acordo com o Edital, o candidato que no momento da inscrição se autodeclarar pessoa com deficiência (PCD), será reservada a cota de 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas, por cargo, área de conhecimento, componente curricular, disciplina e município de opção de vaga, desde que a deficiência seja compatível com o exercício das atribuições do cargo e da função pretendida.

O salário inicial para cargos de nível médio é de R$ 1.668,41 e R$ R$ 2.383,25 para nível superior.

Inscrições: As inscrições podem ser feitas no site da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (Fapems). A taxa de inscrição é de R$ 143,85 para os cargos de nível médio e R$ 230,16 para os cargos de nível superior.

Vagas para cargos de Nível Médio:

Auxiliar Técnico em Eletrônica: Dourados (1).

Auxiliar Técnico em Instrumentação: Dourados (1).

Auxiliar Técnico em Mecânica: Dourados (1).

Auxiliar de Biblioteca: Campo Grande (2 / candidatos negros-1), Dourados (2 / candidatos negros-1).

Auxiliar de Tecnologia de Informação: Campo Grande (2), Dourados (2).

Vagas para cargos de Nível Superior:

Assistente Social: Campo Grande (1), Dourados (1).

Bibliotecário: Dourados (1).

Psicólogo: Campo Grande (1), Dourados (1).

Revisor: Dourados (1).

Secretário Acadêmico: Campo Grande (1), Dourados (1).

Técnico de Recursos de Materiais: Dourados (1).

(Texto: Julisandy Ferreira com informações da assessoria UEMS)

Veja também

Toffoli colhe dados financeiros de 600 mil pessoas

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, determinou que o Banco Central …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *