7 junho 2020, 3:14
Foto: Edvaldo Belitardo

Votação da reforma dos militares é adiada

Foi adiada nesta quarta-feira (9), pela Comissão Especial da Reforma da Previdência dos Militares, a sessão que discutiria e votaria o projeto.

Conforme informações dos técnicos da mesa do Senado, o cancelamento ocorreu porque não houve duas sessões entre o pedido de vista e a votação, como determina o regimento.

O relator Vinícius Carvalho (Republicanos-SP) apresentou, na semana passada, o relatório que propôs que as novas regras se apliquem também a policiais militares e bombeiros. Em relação a elas, caso seja mantida os policiais e bombeiros militares terão a mesma regra para ter os direitos concedidos às Forças Armadas: paridade (ter os mesmos reajustes da ativa) e integralidade (se aposentar com o último salário).

Em relação a próxima votação, ainda não há previsão de quando ela irá ocorrer.

(Jéssica Vitória com informações da Exame)

Veja também

Prefeitura autoriza buffets a funcionarem como restaurantes no feriado

Nos dias 11 (Corpus Christi) e 13 de junho (Santo Antônio – Padroeiro de Campo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *