22 outubro 2019, 6:51
Foto: Divulgação

Brasil vai atrasar em 30 anos meta de saneamento

Cálculos indicados pelas entidades como o Trata Brasil e CNI (Confederação Nacional da Indústria), apontam que serão pelo menos, três décadas de atraso em relação à meta do Plano Nacional de Saneamento Básico, que previa que isso ocorresse até 2033.

Durante uma entrevista para a Folha de São Paulo, Roberval Tavares de Souza, presidente da Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) afirmou que estamos muito atrasado comparado ao que foi previsto e ao que foi feito até o momento. “Em saneamento, estamos no século passado, temos indicadores de terceiro mundo.” O cenário se agrava com a disparidade entre regiões do Brasil.

Édison Carlos disse a folha que o País não possui recebeu recursos “O investimento está caindo, e a necessidade é crescente. Precisamos de cerca de R$ 22 bilhões ao ano. Mas o Brasil investe metade disso”, afirmou o presidente do instituto Trata Brasil, Édison Carlos.

(Texto: Karine Alencar com Folha de São Paulo)

Veja também

Laboratórios de 14 países debatem mercado de vacinas

Laboratórios de 14 países participam nesta semana, no Rio de Janeiro, da 20ª Reunião Geral …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *