26 fevereiro 2020, 11:18
Foto: Divulgação

Brasil vai atrasar em 30 anos meta de saneamento

Cálculos indicados pelas entidades como o Trata Brasil e CNI (Confederação Nacional da Indústria), apontam que serão pelo menos, três décadas de atraso em relação à meta do Plano Nacional de Saneamento Básico, que previa que isso ocorresse até 2033.

Durante uma entrevista para a Folha de São Paulo, Roberval Tavares de Souza, presidente da Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) afirmou que estamos muito atrasado comparado ao que foi previsto e ao que foi feito até o momento. “Em saneamento, estamos no século passado, temos indicadores de terceiro mundo.” O cenário se agrava com a disparidade entre regiões do Brasil.

Édison Carlos disse a folha que o País não possui recebeu recursos “O investimento está caindo, e a necessidade é crescente. Precisamos de cerca de R$ 22 bilhões ao ano. Mas o Brasil investe metade disso”, afirmou o presidente do instituto Trata Brasil, Édison Carlos.

(Texto: Karine Alencar com Folha de São Paulo)

Veja também

Brasileiro é diagnosticado com coronavírus

O Ministério da Saúde, em conjunto com as secretarias estadual e municipal de São Paulo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *