7 dezembro 2019, 16:24
Foto: Edson Leal

Azambuja participa de VII Fórum Nacional de Governadores

O governador Reinaldo Azambuja participou do VII Fórum Nacional de Governadores, nesta terça-feira (08), em Brasília. Na ocasião, ele defendeu sobre a criação de uma Força Tarefa para combater o crime organizado no Brasil, reforçou a necessidade de a União descontingenciar R$ 650 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública e a criação de núcleos de inteligência nos estados que fazem fronteira com o Paraguai e Bolívia.

Para o governador, somente unidos os gestores estaduais vão obter algum resultado positivo no combate ao crime organizado. “Nós não vamos vencer esta guerra nos morros do Rio de Janeiro se não começarmos essa blindagem com núcleos de inteligência em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, que são os estados mais sensíveis”, destacou o governador sul-mato-grossense.

Além disso, para viabilizar estas propostas, Azambuja enfatizou a importância de os governadores criarem uma “Força Tarefa” , explicando que “se fizermos uma blindagem na fronteira, já que a maior parte das armas entra no país pela Bolívia e Paraguai, e instalarmos um núcleo de inteligência conseguiremos atingir as facções”, disse.

No final do ano passado, o governador entregou ao atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, uma proposta para instalação da Central Integrada de Inteligência, em Campo Grande, como forma de efetivar o combate ao tráfico e contrabando. Este Núcleo de Inteligência é considerado útil por Azambuja para pegar as grandes corporações do crime e para o fortalecimento das forças federais nas fronteiras.

(Texto: Izabela Cavalcanti com informações do Portal MS)

Veja também

Governo exclui Defesa e Ciência em futuros cortes de verbas

O presidente Jair Bolsonaro optou por blindar despesas ligadas aos ministérios da Defesa e da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *