28 fevereiro 2021, 15:05
Divulgação

Santa Casa publica nota de esclarecimento sobre dívidas

A Associação Beneficente Santa Casa de Campo Grande divulgou a informação atualizada sobre o valor total da dívida do hospital, após um jornal local publicar que a instituição está endividada em mais de R$ 300 milhões.

Repudiando as informações, a assessoria de comunicação emitiu uma nota de esclarecimento do público, que pontua certamente o proceder da associação perante o problema. Confira abaixo o texto divulgado pela Santa Casa de Campo Grande:

A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE SANTA CASA DE CAMPO GRANDE, em sua longa e centenária história sempre voltada para o atendimento médico-hospitalar, principalmente para a população mais carente, encontra e encontrou muitas barreiras para a realização de seus objetivos maiores, com distorções de fatos visando influenciar setores menos informados causando imagens irreais e buscando desestabilizar todo um trabalho feito de forma dedicada, competente e altruísta.

Hoje, fomos surpreendidos mais uma vez com notícia veiculada por um órgão da imprensa divulgando notícias inverídicas e distorcendo os fatos. Diz a notícia que a Santa Casa está endividada em R$ 300 milhões. NÃO É VERDADE. A dívida atual da nossa instituição está em torno de R$ 140 milhões, em sua grande parte herdada da má administração do poder público quando da sua desastrosa intervenção por mais de 8 anos, e que, não obstante todas as dificuldades interpostas em nosso caminho, está sendo administrada de forma adequada e que por gestão responsável será equacionada e estabilizada em curto prazo.

A maior parte das dificuldades financeiras que enfrentamos decorre da irresponsabilidade do poder público no cumprimento de suas obrigações para com a nossa instituição, atrasando sistematicamente o pagamento dos serviços prestados. NÓS NÃO RECEBEMOS SUBVENÇÃO DE NENHUM ÓRGÃO FEDERAL, ESTADUAL OU MUNICIPAL. RECEBEMOS PAGAMENTO POR SERVIÇOS PRESTADOS. A NOSSA ENTIDADE É UMA ORGANIZAÇÃO DE DIREITO PRIVADO.

Hoje temos a receber dos entes públicos o total de R$ 29.280.979,04 (vinte e nove milhões, duzentos e oitenta mil, novecentos setenta e nove reais e quatro centavos. Se os pagamentos fossem realizados em dia, todos os nossos compromissos esta- riam quitados.

Constantemente estamos acionando o Ministério Público para forçar os órgãos públicos a cumprir suas obrigações conosco. Também não é verdadeira a informação de que a Santa Casa precisou do aval da Sesau. A secretaria de saúde é a gestora plena de saúde por disposição constitucional devendo, por dever de oficio, tomar conhecimento de tudo que se refira a essa área, por consequência, deve anuir nos contratos a ela referentes. E a procuradoria jurídica só deu o parecer que lhe compete em todos os documentos assinados pelos entes públicos. NADA MAIS QUE ISSO. A distorção dos fatos pelo órgão de imprensa só caracteriza, mais uma vez, a má fé com que noticia tudo que publica a respeito da Santa Casa. São inúmeros os processos, por iniciativa da Santa Casa em que esse jornal está sendo processado por injúria, difamação e calúnia. Com a palavra a justiça.

Este esclarecimento se tornou necessário para colocar a verdade em seus devidos termos. 

(Texto: Graziella Almeida com Assessoria)

Veja também

Confira a escala médica de plantão nas UPAs e CRSs

A prefeitura por meio da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) divulgou neste sábado (27), …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *