29 maio 2020, 0:21
Foto: Valetin Manieri

Chuva e ventos fortes derrubam árvores em vários bairros

Após dias com chuvas isoladas na cidade, Campo Grande teve a primeira chuva significativa em outubro. Ontem (4), a chuva finalmente chegou, mas, veio acompanhada de rajadas de vento que chegaram a 53 km/h, segundo o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrahão. Por conta dos ventos fortes, o Corpo de Bombeiros registrou pelo menos cinco quedas de árvores.

De acordo com o meteorologista, as chuvas ficaram mais concentradas no Centro e na região do Shopping Campo Grande, no entanto, na região da Embrapa, não choveu. Até às 13h, foram registrados 13,3 milímetros de chuva em Campo Grande. Embora tenha sido por pouco tempo, a chuva reduziu a temperatura, que chegava aos 36°C com sensação térmica de 41°C.

Na Capital, foram pelo menos cinco registros de queda de árvores, mas sem vítimas. Em um dos casos, a árvore caiu sobre um carro, na região da Chácara Cachoeira. Outros transtornos registrados na hora da chuva foi a oscilação de luz na região central, o que deixou semáforos desligados.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), este sábado (5) será de céu nublado com pancadas de chuva e trovoadas e máxima de 34°C. No domingo (6), existe a possibilidade de pancadas de chuva fortes na cidade. A máxima não deve passar dos 26°C.

No Estado

Segundo Natálio Abrahão, choveu no interior do Estado também. Em Amambaí, foi registrado ventos com 76 km/h e, pelo menos, 14 milímetros de chuva em 15 minutos. Também choveu em São Gabriel do Oeste, Três Lagoas e em Ribas do Rio Pardo.

(Raiane Carneiro)

Veja também

Beneficiários são notificados por abandono, locação e cedência

Edital de notificação por ocupação irregular, cedência, locação e abandono de unidades habitacionais, foi publicado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *