26 fevereiro 2021, 2:35
Foto: Norberto Ricci

Lavouras de café começam a secar após meses sem chuvas

Imagens publicadas em redes sociais mostram como as altas temperaturas e os baixos volumes de chuva têm impactado o desenvolvimento das lavouras de café para a safra comercial 2020/21. O Sismet, sistema de monitoramento agrometeorológico da Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé), mostra que cidades estão há quatro meses sem chuvas volumosas.

Um dos registros foi feito pelo técnico agrícola e cafeicultor Norberto Ricci, em São Sebastião do Paraíso (MG), no Sudoeste de Minas. Ele conta que a lavoura é nova e que foi plantada há cerca de 20 meses, em terreno arenoso.

“Não vai sobrar um ‘grão’ de café. Se não vier chuva na próxima semana, essa lavoura está condenada”, explica Ricci. “Se não tivermos precipitações até o final da próxima semana a situação fica muito catastrófica”, afirma o engenheiro agrônomo e pesquisador da Fundação Procafé, Alysson Fagundes. (Texto: Renata Fontoura com informações do Notícias Agrícolas)

Veja também

Pesquisa do Procon Estadual mostra diferença superior a 220% em preços de produtos da cesta básica

Pesquisa realizada por equipe da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) para verificação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *