21 setembro 2019, 0:47
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Governo tem nova proposta para ‘Minha Casa Minha vida’

O ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto afirmou nesta sexta-feira (13) que o programa Minha Casa Minha Vida “não deixará de existir, mas será repaginado”. De acordo com o ministro, a nova proposta do programa será entregue ao presidente Jair Bolsonaro até o final de novembro e deverá ser anunciada em dezembro.

Dentre as ideias adiantadas por Canuto está a de reduzir o patamar atual da faixa 1, passando de R$ 1,8 mil para R$ 1,2 mil ou R$ 1,4 mil. Outra resolução seria “alocar recursos onde mais se precisa e para quem mais precisa”, disse o ministro a jornalistas.

De acordo com o ministro, há atualmente 222 mil unidades do programa Minha Casa Minha Vida em construção no país, que vão demandar R$ 2,1 bilhões de aportes. Canuto disse que haverá recursos para manter o que está em construção e, provavelmente, construir novas unidades ou retomar as obras que estão paralisadas. (Jéssica Vitória com informações da Istoé)

Veja também

Governo do Estado realizará obras no valor de R$ 119 mi

O Governo do Estado assinará amanhã contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) no valor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *