23 fevereiro 2020, 0:20
Foto: Twitter/Reprodução

Jovem que teve a testa tatuada é condenado por furto

Ruan Rocha da Silva, 19 anos, foi condenado ontem (10) a quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto por furto. A imagem do jovem repercutiu em 2017 após ter sido tatuado à força com a frase “Eu sou ladrão e vacilão”.

De acordo com informações da Veja, em fevereiro deste ano, Rocha foi flagrado ao furtar R$ 20 reais, um moletom e um celular no posto de saúde de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. A responsável por determinar a sentença é a juíza Sandra Regina Nostre Marques, da 1º Vara Criminal da cidade da grande São Paulo.

O rapaz preso em flagrante neste ano, também havia sido detido no ano passado depois de furtar cinco frascos de desodorante de um supermercado. (Jéssica Vitória com informações da Veja)

Veja também

Juízes querem denúncia contra Cid por tentativa de homicídio

A União Nacional dos Juízes Federais do Brasil (Unajuf) pediu ao procurador-geral da República Augusto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *