21 setembro 2019, 1:15
Reprodução/Internet

Procuradores dos EUA investigam Google por abuso de poder

Cerca de 50 procuradores-gerais dos Estados Unidos, anunciaram na segunda-feira (9) a abertura de uma investigação preliminar contra as práticas comerciais do Google. Eles pedem para que a empresa seja investigada por abuso de poder no meio digital às custas de seus concorrentes e consumidores.

A medida, descrita como uma investigação preliminar das ações da empresa em publicidade online, destaca as crescentes queixas sobre o domínio das chamadas grandes empresas de tecnologia e vem após outra investigação contra o Facebook, anunciada na semana passada.

O procurador-geral do Texas, Ken Paxton, disse que a investigação ressalta os receios sobre como o Google se beneficia dos dados coletados em suas atividades online.

“Não há nada de errado em uma empresa se tornar a maior do mercado se isso ocorrer através da livre concorrência, mas encontramos evidências de que as práticas comerciais do Google podem ter prejudicado a escolha do consumidor, asfixiado a inovação, violado a privacidade do usuário e colocado o Google no controle do fluxo e disseminação de informações on-line” disse Paxton em entrevista coletiva em frente ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos. (João Fernandes com Veja)

Veja também

Greve Global pelo Clima deve levar milhões às ruas

Uma greve global pelo clima começou nesta sexta-feira (20) em mais de 130 países. O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *