23 fevereiro 2020, 0:24
A torcida do Esteghlal Imagem: Getty Images

Irã: Torcedora ateia fogo em si mesma e morre

Uma torcedora iraniana morreu ontem (9) após atear fogo em si mesma, após receber a notícia de que poderia ser presa durante seis meses por ter infringido a lei que proíbe mulheres de frequentar estádios de futebol.

Segundo informações da Uol, a morte de Sahar Khodayari, 30 anos, tem causado comoção no Irã. A torcedora era conhecida como “Garota Azul” devido as cores do seu time de coração o Esteghlal.

Em março, Sahar Khodayari ficou detida alguns dias em uma prisão ao sul de Teerã após autoridades a prenderem dentro de um estádio. Ela havia entrado no local usando uma peruca azul e um casaco masculino.

O Esteghlal emitiu um comunicado se solidarizando com a família de Khodayari, que era formada em ciências da computação. Já o ex-meia do Bayern de Munique Ali Karimi, que é um defensor do fim da proibição das mulheres em estádios, pediu para que os iranianos boicotem os jogos em protesto pela morte de Khodayari. (Jéssica Vitória com informações da Uol)

Veja também

Em 24 horas, novos casos de coronavírus fora da China aumentam 14%

Em 24 horas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada de 149 novos casos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *