10 agosto 2020, 21:13
Foto: Reprodução

Corinthians é cobrado em mais de R$ 566 milhões

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) cobrou do Corinthians mais de R$ 566 milhões em impostos. As informações são do site Poder 360.

De acordo com a Lista de Devedores no site do órgão, o valor é referente as cobranças tributárias de Imposto de Renda, Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), PIS e Cofins.

O valor ultrapassa a receita líquida do clube em 2018, de R$ 446 milhões. Segundo a Folha de S.Paulo a equipe fechou o ano com déficit de 18 milhões.

Ao todo, os valores cobrados do Corinthians estão separados em 8 categorias junto à União e não incluem pagamentos já acordados em programas de refinanciamento de dívidas, como o Profut (Programa de Modernização da Gestão de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro), de 2015. (Jéssica Vitória com informações do Poder 360)

Veja também

Corinthians recusa hospital após atraso com exames do Goiás

O time paulista estreia na próxima quarta-feira (12) no Brasileirão, contra o Atlético-MG, em Belo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *