23 fevereiro 2020, 1:01
Foto: AFP

1.500 pessoas morreram devido ao calor na França

Neste domingo (8) a ministra francesa da Saúde, Agnès Buzyn informou que o país registrou entre junho e julho deste ano 1.500 mortes. O motivo seria o intenso calor do verão.

“Registramos mais 1.500 mortes em relação à média destes meses, embora o número seja dez vezes menor do que as provocadas pela onda de calor de 2003”, afirmou a ministra, em declarações à France Inter e Franceinfo.

A França, em junho superou seu recorde histórico de temperatura absoluta, com 46ºC no sul do país.

De acordo com Agnès Buzyn, quase metade das vítimas tinham acima de 75 anos, porém a morte de adultos e jovens também foram registradas. (Jéssica Vitória com informações do Correio Braziliense)

Veja também

Em 24 horas, novos casos de coronavírus fora da China aumentam 14%

Em 24 horas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) foi notificada de 149 novos casos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *