28 novembro 2020, 16:06
Reprodução/Internet

Com nova lei, pacientes de hospitais ganham carinho de pets

Nos últimos dias, o governador Reinaldo Azambuja sancionou a lei que permite o acesso de animais de cães para visitarem seus donos em hospitais de Mato Grosso do Sul. Por enquanto, os pedidos para levar bichinhos às visitas ainda são tímidos, diz a responsável pelo setor de relacionamento do hospital, Natália Alcântara.

A intenção das visitas dos animais é humanizar o tratamento e dar mais conforto aos que ficam mais tempo internados.

Antes de chegar aos braços do seu dono, é preciso ter autorização do médico, além de apresentar laudo veterinário, carteira de vacinação atualizada e nenhuma lesão na pele. A higiene deve estar em dia, como banho tomado e escovação, no caso dos cachorros, tem que ser feita nas últimas seis horas antes da visita.

A veterinária Rommy Schneider Nasser é uma entusiasta do projeto. Segundo ela, os animais podem ajudar muito na recuperação dos doentes,  porque eles desencadeiam no ser humano um imediato sentimento de compaixão, a certeza de um amor incondicional que os animais têm pela gente.

“Os animais conseguem interagir com seu dono na dor, seja ela física ou psíquica”, diz. A importância deste contato, de acordo com Rommy, se deve ao fato de que os animais desencadeiam uma série de emoções nos pacientes para que eles consigam sublimar a dor.

Jair Xavier da Silva, 69 , ao receber a visita do seu cachorrinho de estimação no Proncor, emocionou toda a equipe de enfermagem presente no quarto.  No dia seguinte, ele concordou, pela primeira vez, em fazer os exercícios de fisioterapia que ajudaram bastante na sua recuperação. E ele já está em casa. (João Fernandes)

Veja também

Crianças e idosos escrevem cartinhas para Papai Noel e esperam presentes de Natal

Se o bolso do “Bom Velhinho” anda murcho, que tal se tornar um auxiliar dele? …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *