7 agosto 2020, 19:53

Câmara “carrega” votações na semana que vem

Os vereadores de Campo Grande intensificam votações na segunda sessão do semestre e, no dia 6, programaram a apreciação de 14 projetos de lei. Entre eles o projeto que trata sobre alteração no regime de cotas e também o projeto de lei que pede a instalação de detectores de metais nas escolas da Rede Municipal de Ensino Campo Grande.

Os vereadores ainda analisam o projeto de lei que declara de utilidade pública municipal o Lar Espírita Caravana de Luz, de autoria do vereador Prof. João Rocha (PSDB). Também será analisado o projeto de lei que institui, no âmbito do município de Campo Grande, o Núcleo de Apoio à Comunidade Escolar, de autoria do vereador Dr. Livio (PSDB).

Por fim o projeto de lei que altera a terminologia “portador de deficiência” para “pessoas com deficiência (PcD)”. A proposta é de autoria do vereador Ademir Santana (PDT).

Segunda discussão

Já em segunda discussão e votação, os vereadores apreciam as outras 13 propostas. Entre elas o projeto de lei que cria o Programa de Redistribuição de Alimentos Excedentes; proposta do vereador Delegado Wellington (PSDB). Também o projeto de lei que propõe a inclusão do grupo sanguíneo no uniforme ou capacete dos motoboys e mototaxistas do município. A proposta é de autoria do vereador Júnior Longo (PSB).

Ainda em segunda discussão, vai a plenário o projeto de lei que dispõe sobre a autorização para construção e instalação de banheiros nos abrigos de táxi e mototáxi na Capital. De autoria dos vereadores Valdir Gomes (PP), Júnior Longo (PSB) e Vinicius Siqueira (DEM). Também será apreciado o projeto de lei que cria o Selo Empresa Amiga da Juventude, do vereador Pastor Jeremias Flores (Avante).

E o projeto que autoriza o Executivo municipal para a instalação de detectores de metais nas escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, de autoria dos vereadores Carlão, Valdir Gomes (PP), Odilon de Oliveira Junior (PDT) e Delegado Wellington (PSDB).

Também segue para apreciação dos vereadores o projeto de lei que institui o Dia Municipal do Ferroviário no Calendário Oficial do Município, do vereador Carlão (PSB). O projeto de lei que revoga a lei nº 4.065, de 15 de agosto de 2003, que declara de utilidade pública municipal o Lar Mãe Mariana, de autoria dos vereadores Prof. João Rocha (PSDB) e Carlão (PSB).

E também o Projeto de Lei nº 9.331/19, substitutivo ao Projeto de Lei nº 9.159/19, que denomina de “Dr. Ricardo Trad” o trecho do rodoanel que interliga a MS-010 à BR-163. A proposta é de autoria dos vereadores William Maksoud (PMN), João César Mattogrosso (PSDB) e Otávio Trad (PTB).

Por fim, os parlamentares ainda votam o projeto de lei que institui no município de Campo Grande o Dia do Nascituro e a Semana da Vida, de autoria do vereador Dr. Wilson Sami. E o projeto de lei substitutivo ao Projeto de Lei nº 9.284/19, que denomina a estrada vicinal CG-180 de “Juarez Pereira Rios”, localizada na área rural de Campo Grande. A autoria da proposta é do vereador Carlão (PSB). (Laura Brasil)

Veja também

Brasil soma 99,5 mil mortes e quase 3 milhões de casos

O Brasil registrou mais 1.079 mortes pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 em um período de 24 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *