Traficante pede corrida em aplicativo para vender maconha e é preso

Divulgação

Desaparecido, um dos envolvidos tem a função de ”guarda roupas” de drogas

Policiais militares do 11ªCIPM resolveram um esquema de tráfico de drogas no início da noite de segunda-feira (6) e Evelyn Andreine Santos de souza, 19, Rafael Melicio Lima de Freitas, 27, e Valdomiro da Silva Junior, vulgo ”Juninho”, 28, foram presos no caso que se deu início no bairro São Francisco, próximo ao centro de Campo Grande. 

Segundo boletim de ocorrência, os agentes fiscalizavam um bloqueio fixo no bairro, quando veículo Volkswagen Gol preto, que na verdade era um Uber, foi abordado.  Em seguida, os policiais encontraram a mochila no colo do passageiro com 10 tabletes de maconha, pesada em 8.535 gramas.

Rafael alegou ter sido contratado por Wendrel Daniel Santos de Souza, 21, que mora próximo ao local onde pegou as drogas por R$500, para levar a droga até a região do Monte Castelo, fazer a entrega e retornar com  R$5.500.

Na casa de Wendrel, a equipe da PM investigaram e perceberam a existência de um buraco nos fundos do terreno, local onde a droga estava escondida. A irmã do autor contou que foi Wendrel quem desenterrou as drogas ordenado por Valdomiro.

De acordo com ela, seu irmão é o ”Guarda Roupa” de drogas, que recebe uma quantia em dinheiro para deixar a droga armazenada na sua residência. Diante dos fatos, a polícia foi até a residência do suspeito, que foi preso e entregue junto com os outros na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *