Relação de fé e devoção de religiões de matrizes africanas é tema de série

religião

“Encruzilhada de Estórias: Registro das Festividades Religiosas” é o novo projeto audiovisual da produtora cultural sul-mato-grossense Thayná Cambará. Por meio da Bela Oyá RP & Produções, lança uma série de curtas sobre manifestações religiosas de matrizes africanas. Os dois primeiros vídeos serão lançados amanhã (11), às 18h30, em uma live no canal do YouTube da produtora.

A relação de fé e devoção do povo de Corumbá e Ladário é tema do projeto de Thayná, que se envolveu com a temática a partir de sua vivência com a umbanda e de uma pesquisa realizada pelo historiador e antropólogo Mário Sá, que realizou o dossiê para o processo de reconhecimento do Banho de São João como patrimônio cultural do Brasil.

“Acompanhei as entrevistas que Mário fez nas casas dos religiosos e percebi que existia uma comunidade significativa de religiosos de matrizes africanas. Então a partir do trabalho do professor, decidi fazer um recorte audiovisual do assunto”, destaca a produtora cultural. 

A live de amanhã conta com a participação do professor Mário Sá e terá como mediadora a antropóloga e pesquisadora cultural Edivânia Freitas. “O projeto nasce para dar voz aos religiosos afro-brasileiros da região. Encruzilhada de histórias é uma terminologia que busca juntar a ideia de encruzilhada enquanto encontro e enquanto lugar de Exú, o mensageiro de todos os orixás”, explica Mário.

Thayná é gestora cultural e de comunicação com carreira em Campo Grande e Corumbá, e hoje está à frente da Bela Oyá RP & Produções. Os vídeos integram o projeto que tem apoio financeiro do FIC (Fundo de Investimentos Culturais do Pantanal), dentro da Lei Aldir Blanc, que apoia os profissionais do ramo cultural no momento da pandemia. 

SERVIÇO

O lançamento de “Encruzilhada de Estórias: Registro das Festividades Religiosas”, será amanhã, às 18h30, por meio do canal do YouTube Bela Oyá RP & Produções. 

(Ellen Prudente)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *