Ponte do Jardim Aeroporto fica totalmente destruída pela chuva

A Prefeitura de Campo Grande iniciou nesta quinta-feira (28) reparos na ponte de acesso ao Jardim Aeroporto e equipes da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) começaram o reforço de uma das cabeceiras sobre o Córrego Imbirussu na Avenida Wanderley Pavão.

A chuva que caiu ontem, aproximadamente 51 milímetros em menos de uma hora nesta região da cidade, elevou o nível do córrego, a correnteza levou parte do aterro da cabeceira da ponte (sentido bairro/centro) e deixou a “cortina”da ponte (uma parede de concreto) descoberta, sem a proteção do aterro.

Se a chuva não comprometer o andamento do serviço, em 10 dias o tráfego no local vai estar liberado. Para quem vem do bairro para o Centro da cidade, segundo a Agetran, a opção é entrar a direita na Avenida Professor José Barbosa Rodrigues e seguir até a na Rua Pôr Sol, atravessar a ponte e seguir pela Rua das Competições.

Solução

Segundo o secretário Rudi Fiorese, antes da recomposição do aterro estão sendo colocadas pedras para evitar que a força da correnteza (em caso de novas chuvas na mesma intensidade da registrada ontem) volte a provocar erosão.

Neste trecho do Imbirussu troncos de árvores que caíram no canal e ajudaram o acumulo de sedimentos desviam o curso da correnteza do meio para as laterais da ponte e como o nível do córrego aumentou durante a chuva, a água levou o aterro da cabeceira da ponte. Como a estrutura da ponte não foi abalada, o reforço com pedras, na avaliação dos engenheiros da Sisep, vai evitar que o aterro volte a ser levado pela correnteza.

Fiorse diz que para resolver o problema de alagamento em locais como a rotatória da Ernesto Geisel com a Avenida Rachid Neder, são necessárias obras de drenagem que demanda altos investimentos. “Desde 2018, a Prefeitura está empenhada na busca de recursos, já protocolou projetos no Ministério do Desenvolvimento Regional”, exemplificou. Veja mais.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *