Pesquisa sobre a Guerra do Paraguai torna-se sistema de regras

Victor Barone atualmente pinta as miniaturas que compõem a ambientação e realiza a pesquisa bibliográfica, acadêmica e histórica. Isso faz parte do trabalho que resultará em um sistema de regras para reviver a Guerra do Paraguai em Wargame, um jogo de guerra que simula um conflito militar real ou hipotético, tão antigo que tem antecessores como o chinês Chaturanga, até o Koenigspiel, inventado em Ulm, pelo alemão Christopher Weikhmann em 1664. O projeto do jornalista e entusiasta é disponibilizado gratuitamente em português, e coloca à venda em inglês, em sua página Wargame Brasil.

“Estou caprichando na pesquisa. Na Inglaterra um fabricante lançou uma linha de miniaturas focada na Guerra do Paraguai, comprei muita coisa, estou pintando elas e desenvolvendo esse sistema, acredito que daqui uns dois meses ele estará pronto”, revela Victor Barone.

Ele conta que o interesse pelo hobby surgiu ainda pequeno, quando ganhou de seu pai um Forte Apache. “Ele é de madeira e nem existe esse tipo de coisa hoje em dia. Toda vez que montava tinha de pregar o forte, com os índios e soldados; sempre gostei disso e brincava criando situações na cabeça, de combate”.

Morador de Campo Grande desde os anos 2000, o carioca conta que começou a conhecer outros jogos em miniatura mas lhe faltava uma parceria, já que o irmão e a irmã não o acompanhavam e os amigos gostavam dos esportes outdoor, coisas que Victor também gostava. “Fui colecionando até que com 16, 17 anos, comecei a conhecer pessoas no Rio de Janeiro que também gostavam desse hobby, mas ainda era uma coisa incipiente e eu praticamente jogava sozinho essa época”, relembra Victor.

(Texto: Marcelo Rezende)

 

Confira a notícia completa aqui, em nossa versão digital

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *