Morto a facadas “renasce” das águas 10 dias depois do crime

índice paraíso das águas

Mário Lima, de 33 anos, que foi dado como morto ,e teve até confissão de assassinato por um conhecido, reapareceu no distro de Bela Alvorada, no município de Paraíso das Águas, na noite de quinta-feira (11). Os morados da cidade acreditavam que ele havia morrido há 10 dias. O site local BNC Notícias chegou a publicar sobre o caso e acompanhar as buscas dos bombeiros no Rio Verde pelo suposto corpo.

Conforme o BNC Notícias, Lima chegou no distrito através de um ônibus interestadual. Os polícias foram até o homem para entender o que havia ocorrido já que um dos conhecidos dele chegou a dizer para a polícia que participou do seu assassinato.

A suposta vítima foi levada até a delegacia para prestar depoimento e chegou a ser confrontado com o homem que confessou seu assassinato, João Carlos Colman de Freitas, de 38 anos. Ele disse para a polícia que matou Lima com uma facada no tórax e que jogou o corpo no Rio Verde. Disse ainda que contou com a ajuda de José Augusto Castro da Silva, de 44 anos. Ele contou detalhes do crime que não aconteceu na audiência de custódia.

Ele se negou a falar com a imprensa local para explicar o que o levou a assumir o crime. Segundo a polícia, o nível de embriaguez de Mário Lima, João Carlos e José Augusto levou a uma aventura de consequências trágicas: José Augusto morreu após João capotar o carro, que parou no Rio São João, próximo de Rochedo. João deixou o amigo no carro submerso e seguiu para Rochedo, sem informar ninguém sobre o acidente.

O carro com o corpo de José Augusto foram encontrados pela polícia na última segunda-feira (7). Depois desta descoberta, os policiais chegaram até João, que foi presso e confessou o assassinato. A partir daí, iniciaram as buscas pelo corpo de Mário.

Segundo informações da polícia para o site local, o trio esteve em Campo Grande e depois, José e João seguiram para Rochedo, onde houve o acidente.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *