Melhora no índice deixa Capital com a bandeira vermelha

Divulgação

A partir de hoje (29), o toque de recolher em Campo Grande volta a começar às 21h até as 5h, isso porque a nova atualização do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia), divulgada ontem, mostrou que a Capital apresentou melhoras nos índices da COVID19.

O município, que antes estava na bandeira cinza, que indica grau extremo de transmissão, passou para a classificação vermelha, que representa alto grau de risco. Na segunda-feira (26), o prefeito da cidade, Marquinhos Trad, se reuniu com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, para pedir um toque de recolher menor para o Dia das Mães.

O decreto estadual, do dia 31 de março, determina que o toque de recolher siga a classificação das bandeiras do Prosseguir. Por este motivo, a Capital ganhou mais uma hora de circulação nas ruas. Segundo a administração do município, esse novo horário segue até o dia 12 de maio.

Outros 57 municípios foram classificados na bandeira vermelha, junto com Campo Grande, no Prosseguir, como Pedro Gomes, Anastácio, Bodoquena e Ribas do Rio Pardo. Nesta classificação, além do horário do toque de recolher das 21h às 5h, ainda é recomendado o funcionamento de apenas atividades essenciais e não essenciais de baixo risco de contaminação.

“Com uma grande faixa vermelha no mapa, nós continuamos em alerta em MS para que possamos controlar a taxa de contágio”, salientou a secretária adjunta de Saúde, Crhistinne Maymone. A nova atualização do Prosseguir também não trouxe nenhuma cidade de Mato Grosso do Sul em bandeira cinza, que indica o risco extremo de contágio pelo novo coronavírus.

Texto: Mariana Moreira e Mariana Ostemberg

Veja também a matéria: https://oestadoonline.com.br/nova-flexibilizacao-altera-horario-de-funcionamento-de-parques-e-pracas-na-capital/

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *