Marca de chocolate pantaneiro ganha destaque nacionalmente

chocolate

Angí preza pela sustentabilidade e produz com ingredientes regionais

Valorizar a biodiversidade local por meio de seus produtos é o que faz a “Angí – Chocolate do Pantanal”, marca sul-mato-grossense. Com utilização de ingredientes naturais e regionais, a empresa, além de apresentar novidade e sabor, mostra para as pessoas as riquezas do bioma por meio de seus chocolates.

A empresa vem ganhando destaque não só na região pantaneira, mas em todo o Brasil e até fora dele. Beatriz Branco, proprietária da marca, contou sua história para a “Vogue Brasil” e sua empresa foi selecionada pelo Facebook como uma entre as quatro marcas que representaram uma Campanha Global de Empreendedores da Rede Líderes pelo mundo.

Eu acredito que isso seja muito especial como visibilidade para nossa região, principalmente durante esse período de crise climática no Pantanal. Quando iniciei minha marca, não fazia ideia de que tomaria essa proporç ã o glocal (global + local) mas vejo hoje como é importante tomarmos atitudes focadas na regeneração de nossa cultura e meio ambiente, pois só assim viveremos um futuro possível”, comenta a chocolatier.

Beatriz recebe matéria-prima para os chocolates de 12 comunidades extrativistas e de agricultura familiar, espalhadas pelo Estado. Utiliza de 50% a 100% de cacau nas preparações, sempre acompanhado de produtos regionais como castanha de baru, guavira, pequi, banana-da-terra, bocaiúva, jatobá e laranjinha de pacu.

Os produtos da Angí têm a intenção de incluir todas as restrições alimentares, por isso é uma marca sem glúten, sem lactose, vegana e livre de alergênicos. “Hoje vemos a intolerância à lactose e ao glúten crescendo cada vez mais, então através do meu chocolate a pessoa que tem intolerância, encontra um chocolate saudável e que ela pode comer tranquilamente”, enfatiza a proprietária.

A sustentabilidade é algo presente em toda a criação dos produtos, desde a matéria-prima até as embalagens, que são biodegradáveis e compostáveis. “Precisamos pensar no impacto que queremos causar com nossas marcas e ações, para viver em um futuro possível”, comenta Bia. A Angí também mostra a importância da fauna pantaneira com a onça-pintada, o tucano, a arara-azul e outros animais ilustrando suas embalagens.

Angí surgiu em um curso de empreendedorismo que Beatriz fez no Sebrae em 2017, onde criou como uma empresa fictícia e então resolveu transformar a marca, e todo o propósito que carrega, em realidade.

Me apaixonei por tudo que envolvia a marca que criei. Na verdade eu sempre fui uma admiradora de empresas que atrelam sustentabilidade e causas sociais a seus negócios, então não poderia ser diferente ao ter o meu negócio, que fosse algo além de um simples comércio, que tivesse uma causa em que eu acredito e defendo em minha vida, o cuidado com a natureza”, enfatiza.

As colaboradoras da Angí são apenas mulheres, não intencionalmente, segundo Beatriz; foi algo que aconteceu de forma orgânica. Ela destaca que ser uma empreendedora também é uma forma de empoderar outras mulheres. 

SERVIÇO: 

Os produtos estão disponíveis no site angichocolates. com ou por meio do Instagram @angichocolates.

(Ellen Prudente)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *