Hora da Fofoca: Karol conká sugeriu que canalizassem o ódio que sentem por ela para o Bolsonaro

karol-21150287

Beninos e Beninas hoje nossa redação está pegando fogo de fofocas quentinhas do mundo das celebridades.

Bora Fofocá?

Encontro com ex-bbbs agitou a noite de ontem

A tarde desta terça-feira (08) foi momento para marcar um reencontro de ex-BBB21. Carla Diaz, Thais Braz e Pocah se reuniram para matar saudades e colocar a fofoca em dia. Em seus stories, a cantora postou alguns vídeos do encontro das amigas de confinamento.“ Só as ex-sisters On. Mais aleatórias impossíveis”, disse ela enquanto elas riam e se abraçavam.

Um pouco mais tarde, Pocah soltou novos vídeos e, dessa vez, houve uma substituição de ex-Big Brother. Gil do Vigor aparece fofocando e se divertindo com Carla Diaz. Tudo leva a crer que Thais deixou a festinha antes do economista chegar. “Só na cachorrada, só na fofoca”, brinca ela.“Uiii, tchaki, tchaki fofoca”, grita Gil. Em outro momento Gil aparece falando um de seus bordões, o “tô indignado”, enquanto Carla grita que “O Brasil tá lascado!” e a cantora explica o porquê.

“A gente está postando fotos nossas… e tudo que aconteceu no programa, ficou no programa. Só que a galera continua trazendo à tona coisas que aconteceram no programa”, disse. “O que acontece no BBB fica no BBB”, completou a atriz. Outro ex-participante do reality também estava presente, porém não podia vê-lo, só ouvi-lo. De fundo dá para se ouvir que a música que rolava era “Batom de Cereja”, de Rodolffo com seu parceiro Israel.

 

Acervo de joias de Hebe Camargo terá exposições itinerantes

Joalheira da centenária Casa Leão, Lydia Sayeg assumiu a curadoria do acervo de Hebe Camargo. Ao lado de Marcello Camargo, filho da apresentadora, Lydia será responsável por buscar patrocínios e selecionar a coleção de joias e roupas para exposições itinerantes. Ao rever as peças de Hebe, Lydia se lembra especialmente da rotina nos camarins.

“Apesar de ser só a joalheira, eu viajava com ela e tomava conta de tudo, assim fui tendo intimidade com o acervo”, contou ela à revista Veja São Paulo. Lydia se divertiu ao lembrar dos acessórios da apresentadora, sempre exuberantes e nem um pouco discretos, o que acabou virando uma de suas marcas. “Maiores do que a gente! Éramos duas baixinhas bem metidas a besta e com anéis maiores que a mão, desses que quando dobra o dedo quase quebra o ossinho.”Lydia, de 54 anos conheceu Hebe quando tinha 23, por conta de sua proximidade com Marcello, filho único da loura.

A amizade perdurou até os minutos finais de vida da saudosa apresentadora. A joalheira recordou que levava muita bronca da amiga. “Nós saíamos para dançar e quando voltávamos ela estava lá toda brava… Me tratava como filha, mas também me dava muita bronca. No final morríamos de rir porque ela tinha feito igual na juventude”, recordou. Musical em 2022Além de assumir o acervo de Hebe Camargo, Lydia Sayeg estará envolvida também no musical dirigido por Miguel Falabella, que deverá ganhar uma nova versão no ano que vem.“Só vamos enxugar um pouquinho, porque ele é muito longo. E o Marcello tem muita vontade de fazer um novo filme porque não gostou do que foi lançado, ficou triste”, adiantou Lydia à Veja São Paulo.

 

Resumão da treta entre a Juliana Paes e Samantha schmütz

A situação atual do Brasil, que luta contra a pandemia do novo coronavírus, as quase 500 mil mortes provocadas pela doença e a falta de vacinas, está afetando – e muito – o relacionamento entre as pessoas. A política já era um motivo de discussão entre os brasileiros, sempre foi. Quem nunca brigou com algum familiar por causa disso? No entanto, agora, a situação é ainda mais extrema. As condutas das pessoas frente à situação que o país está inserido não diz respeito apenas a vida delas, mas ao todo. E, mais importante do que isso, o que elas fazem ou deixam de fazer pode impactar diretamente no número de contaminados e mortos pela Covid-19. Por isso, as discussões vão muito além do que pode, ou não, ser feito.

Se você concorda, ou não, com algo. Mas sim, se mais ou menos pessoas vão morrer com o que você fez. É dessa extremidade e delicadeza, consequências de uma situação tão difícil, que estamos falando. As celebridades de grande influência no meio digital se tornaram ainda mais essenciais no combate à doença. Justamente porque, pelo grande número de pessoas que a fama delas alcança, elas têm o poder de conscientizar muita gente que as acompanham. Por isso, a cobrança em cima dos famosos para respeitar as medidas protetivas contra a Covid, além da participação de campanhas de conscientização, por exemplo, é ainda maior. Não à toa que nomes como Gabriela Pugliesi, por exemplo, foram “cancelados” e massacrados nas redes sociais desde que tudo isso começou, e que a morte de Paulo Gustavo, ator que foi vítima da doença e que estava sempre reforçando a necessidade das pessoas ficarem em casa e se cuidarem, tenha causado tanta indignação. Recentemente, foi a vez do nome de Juliana Paes ficar entre os assuntos mais comentados nas redes sociais.

Nesse cenário turbulento em que todos estamos inseridos, a atriz usou o seu perfil com quase 30 milhões de seguidores para se posicionar sobre o que está acontecendo no país, dividindo opiniões não só na web, mas entre as celebridades também. Tudo começou quando a atriz publicou um vídeo em seu Instagram desabafando sobre atuais temas políticos e saiu em defesa de Nise Yamaguchi, médica que depôs na CPI da Covid sobre sua atuação no combate ao coronavírus e que, vale reforçar,  defende o tratamento precoce com hidroxicloroquina, mesmo sem nenhuma comprovação científica sobre a sua eficácia. Agora você já entendeu tudo o que aconteceu até aqui. Esse foi  um resumão da polêmica da atriz para contextualizar ainda mais você, que está perdido no meio de tanta confusão no mundo dos famosos.

 

Karol conká sugeriu que canalizassem o ódio que sentem por ela para o Bolsonaro

Depois de participar do “BBB21” e ter o maior índice de rejeição do reality, Karol Conká conversou com a Folha de São Paulo e falou saber que muitos gostam e outros a detestam. E sugeriu que esse “ódio” fosse canalizado a protestos contra o governo de Bolsonaro, por conta da pandemia do novo coronavírus, que vivemos no Brasil, onde já ocorreram milhares de mortes. “Isso merece o gasto de energia para ir às redes ou às ruas e protestar. Nossa raiva tinha que ser canalizada para isso. Então, estou de mão dada aí com todo mundo que é fora morte, fora Bolsonaro. Estou na torcida para que o milagre aconteça”, falou a cantora. Conká falou de lidar com o cancelamento do público e do descaso quando ela tentava pedir desculpas. “Isso mostra o quanto as pessoas amam odiar. É como se eu tivesse cometido uma atrocidade.”

 

Sogrinha sensata Angélica usa as redes sociais para parabenizar a nora

Sogrinha amiga! Na última segunda-feira (07), Angélica postou uma foto ao lado de sua nora, Manuela Esteves, para parabenizar a jovem pelos seus 16 anos. Manuela namora com Joaquim, filho mais velho da famosa, que também tem 16 anos. “Parabéns, querida! Muita luz e alegrias”, compartilhou ela ao publicar nos stories um clique abraçando a nora. Esta não é a primeira vez que Joaquim namora. O adolescente também já foi fotografado curtindo o Rock In Rio 2019 ao lado de Isabella Hohn. Em suas redes sociais, a apresentadora sempre ressalta como é aberta com a criação dos filhos, levando tudo na base da conversa, da compreensão e do respeito.

 

Gloria Groove estrela campanha em ação ao Orgulho LGBTI+

Ao celebrar cinco anos da jornada de Doritos Rainbow no Brasil, a marca reafirma seu compromisso com a causa LGBTI+ e utiliza uma ferramenta poderosa, capaz de expressar a liberdade de ser você mesmo: a música. Na campanha de Rainbow deste ano, Doritos convida a cantora Gloria Groove para interpretar a icônica letra “Freedom”, conhecida na voz de George Michael, ao lado de outros representantes da comunidade, que estrelam o filme. A estratégia faz parte do posicionamento global “For the Bold” da marca da PepsiCo, que traz o conceito de que não há nada mais bold do que ser você mesmo, reforçando o respeito e o apoio à diversidade. A ação, criada pela agência ALMAP BBDO em parceria com a agência Nhaí, primeira agência formada por profissionais trans, traz a assinatura “Viva a liberdade de ser quem você é”, com vídeo que clama por esse direito, em forma de celebração pela liberdade e apoio à diversidade.

O conteúdo conta com a participação de diferentes personalidades da comunidade LGBTI+ nos momentos de criação, produção e estrelando o filme da campanha.”Freedom é uma canção conhecida e amada por milhões de pessoas. Tem uma letra emblemática para a comunidade LGBTI+, a qual temos muito orgulho de apoiar há cinco anos no Brasil. A música tem poder, força e une pessoas, até mesmo em um momento em que a distância nos separa. Nessa nova campanha de Doritos Rainbow, queremos celebrar a liberdade de um jeito especial e emocionante, convidando as pessoas a viverem da maneira que quiserem”, afirmou Daniela Cachich, SVP de Marketing Alimentos Brasil e CMO Latam. O filme da campanha já está disponível nas redes da marca (@DoritosBrasil).

Neste ano, Doritos tem o objetivo de realizar a doação de um milhão de reais a instituições LGBTI+ e, como parte dessa meta, todas as vendas do produto serão revertidas para as ONG’s que apoiam a comunidade, a serem selecionadas via edital, no mês de junho.A edição comemorativa e limitada do produto Doritos Rainbow já está disponível nos principais pontos de venda pelo Brasil entre os meses de maio e junho, até durarem os estoques, com preço sugerido de R$ 4,69 (55g).

Assista ao vídeo:

Por hoje é só pessoal, beijos da titia Andréia Mocréia.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *