Estado registra três casos suspeitos de zika vírus só em janeiro

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) divulgou ontem (3) o boletim epidemiológico onde mostra que Mato Grosso do Sul registra três casos suspeitos de zika vírus, em 2021, mas nenhum deles ainda foi confirmado até o momento.

Conforme o levantamento da secretaria, dois dos casos foram notificados em Corumbá e um em Deodápolis. O período avaliado no Estado compreende entre 01 a 30 de janeiro.

A doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mesmo vetor da dengue e da chikungunya. Os pacientes podem apresentar sintomas como febre, hiperemia conjuntival (conjuntivite não purulenta), atralgia e edema periarticular.

Durante todo o ano de 2020, MS registrou 81 casos notificados da doença. Os casos confirmados chegaram a 37. Dourados foi a cidade que registrou, sendo 13 casos, seguida de Campo Grande com 10.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *