Empresário de Dourados reclama de restrições com manequim

reprodução do Dourados News

Um manequim foi usado para mostrar toda a indignação de um empresário da região central de Dourados. Ele colocou o manifesto no canteiro do cruzamento da Avenida Marcelino Pires com a rua Camilo Ermelindo da Silva. Seu protesto é contra o fechamento das atividades não essenciais por 10 dias, conforme decreto publicado pelo governo do Estado de Mato Grosso do Sul. 

Não há confirmações, mas tudo indica que a manifestação foi feita por um dono de loja de confecções. O segmento está entre os proibido de funcionar até a domingo (04 de abril). O manequim exibe cartazes com palavras de ordem. “Se o meu serviço não é essencial ande sem roupas”. Além disso, segue a proibição de circulação de pessoas das 20h às 05h em dias letivos e das 16h às 05h aos fins de semana. Confira o decreto clicando aqui

O decreto muda o toque de recolher para a proibição de qualquer ação não essencial.

Informações do DouradosNews

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *