Diferença salarial de gêneros é tema do encontro da TV OEMS

kel1

A frase “eu tenho medos bobos e coragens absurdas” foi a frase que abriu o programa da TV O Estado apresentado por Keliana Fernandes nesta segunda-feira (22). O tema foi “Salários iguais entre homens e mulheres” e reuniu o gênero feminino em sua forma mais poderosa e de sucesso de todo o Brasil. Outras palavras marcantes para dar início a este primeiro programa veio de Simone de Beauvoir. “Que nada nos defina, que nada nos sujeite, que a liberdade seja nossa própria substância”.

A importância do projeto de lei (PL) 130 de 2011 que mexe na CLT, foi destacada por cada uma desta mulheres que fazem a diferença: Senadora Soraya Thronicke(PSL), Deputada Federal Rose Modesto (PSDB), Beatriz Peruffo Coordenadora do Comitê Direitos da Mulher da BPW Brasil, Conselheira Federal da OAB, Luciana Azambuja Secretária de Políticas Públicas para Mulheres do Estado. Dra. Cândice Arósio procuradora e chefe do Ministério Público, Vereadora Liandra Bambrila. A Vereadora Camila Jara (PT),  Carla Stefanini Secretária de políticas públicas para mulheres de Campo Grande.

Além de Maria Helena Bonoto Presidente BPW Campo Grande, Inez Santiago presidente da FCDL-MS, Solange Brum empresária do grupo O Boticário e Quem Disse Berenice. Lenir Fernandes empresária, Sidney Volpi empresária. Vanessa Freitas Representante do Grupo mulheres em ação e Noêmia Frazão Presidente da rede amigas de negócios.

Falas
O Encontro começou com a senadora Soraya Thronicke (PSL) comemorando a live com a união das mulheres e destacando a participação da editora do site e TV do Jornal O Estado MS, Keliana Fernandes, na elaboração da lei já que ela é ex-mulher do ex-deputado federal Marçal Filho. “Espero que passe e a gente consiga comemorar. Eu me coloco a disposição e estou aqui com vocês torcendo por este momento tão importante. E a você Keliana que teve importante papel na petição da orelha do deputado e conseguiu emplacar este projeto”, disse. Thronicke lembrou que a morte do senador Major Olimpio (PSL) paralisou muitas ações na Casa de Leis.

Depois foi a vez de Rose Modesto. A primeira deputada federal a ser parte da Mesa Diretora da Câmara na história. A parlamentar destacou que este projeto vem corrigindo toda uma injustiça que está lá e reflete em toda a sociedade e concluiu. “Um mundo melhor para se viver é onde a mulher é respeitada”.

Logo depois o áudio da senadora Simone Tebet (MD) entrou no ar. Ela explicava que foram cancelaram todas as deliberativas de terça e quarta. “Provavelmente de quinta (25) também porque terá medida provisória para efetivar o auxílio emergencial. Então, provavelmente não teremos em pauta o projeto esta semana. Ficou para semana que vem. Não teve nenhum retrocesso. Agora a situação está de calamidade, está muito grave. Colapsou tudo. Os líderes entenderam e convocaram os laboratórios para terça e na quarta para falarem do quadro de vacinas que viram de países que querem auxiliar o Brasil. Então, o PL ficou pra semana que vem. Ficaram todos os projetos. Não vai ser retirado da pauta. Tenho o compromisso do presidente Pacheco de pautar e estamos praticamente chegando a um acordo com todo mundo”, revelou.

Em seguida a fala foi de Beatriz Peruffo, Coordenadora do Comitê Direitos da Mulher da BPW (Bussiness Professional Women) Brasil. Ela destacou as mulheres fortes de todos os seguimentos BPW Brasil, disse que a entidade te m24 estruturas no país, estão em mais de 100 países e são mais 40 mil no mundo. Começou em 2007. Ela comemora que haverão mais alguns dias para mobilizar todas as mulheres para fortalecer a pauta do PL 130.

Assista o Encontro inteiro no perfil:
https://www.facebook.com/JornalOEstadoMS/videos/492930011726865/

 Até agora fora 842 visualizações, dezenas de curtos, 60 comentários e aproximadamente 47 compartilhamentos.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *