DENÚNCIA: Dinheiro para COVID em MS estaria indo para diárias

WhatsApp Image 2020-05-12 at 12.37.55

Rio Negro,MS, recebeu mais de 480, 9 mil reais para recursos da COVID e uma cidadã do município denunciou ao Jornal O Estado Online . De acordo com ela, que prefere não se identificar com medo de represálias, funcionários públicos estão recebendo duas vezes pelo trabalho. A informação confere com o divulgado no site da transparência. Prefeito e secretário da saúde negam qualquer ilícito.

“As folhas de pagamentos e diárias de passagens mostram situações irregulares. Até onde eu entendo diária é deslocamento e eles estão pagando plantões extras com diárias. Os agentes de saúde fazem rastreamento por telefone para saber se os pacientes positivos para COVID estão bem e eles também estão recebendo diárias. Quem ganha dedicação exclusiva para pacientes acamados e é concursado também recebe diária para um serviço que já era deles. Eles se deslocam com o carro e motorista da prefeitura”, denuncia.

Ela reforça que está no portal da prefeitura e é público, mas ninguém trata do assunto porque a Câmara, de acordo com ela, é pró-prefeito. “Tem muita gente morrendo por falta de EPI’s (máscaras, luvas, etc) e medicamentos enquanto acontece esta farra do dinheiro público. Nos salários e adicionais destas pessoas já têm dedicação exclusiva. Não ter porque ganhar duas vezes pelos serviços delas como tem acontecido. Ou, então, todos deveriam ganhar. Diária é para deslocamento, fazer um curso, uma reunião. Eles fazem plantões, se é que fazem, mas não tenho acesso a isso, se é que os plantões acontecem. Tem muita gente ali pegando dinheiro que vem destinado para outra coisa, no caso para COVID. É um dinheiro usado de forma ilegal”, avalia.

A cidadã garantiu fazer a denúncia no Ministério Público, mas tem medo se o sigilo não for garantido. Acesse clicando aqui. . Outra diferença é que os funcionário públicos de RIo Negro não estão trabalhando 40 horas, de acordo com a cidadã, mas 20 horas semanais. 

Secretário e Prefeito negam

O Secretário de Saúde de Rio Negro, Anderson GImenes,  garante que passaram a informação errada. “Só tem duas pessoas contratadas pelo recurso da COVID e a gente não faz diária com este recurso. Eu contratei duas técnicas de enfermagem para atuar dentro do hospital. Então, a gente não paga diária com o dinheiro do COVID”, defendeu e continuou apontado que se as informações estão disponíveis no site da transparência são equivocadas.

“Acredito que realmente foi lançado de maneira errada porque os recursos da COVID não têm como serem lançados desta forma por meio de diária. Eu só tenho duas pessoas cadastradas para poder fazer a folha de pagamento e elas não recebem diárias por isso.  O que pode ter havido é que alguém fez um plantão atendendo a questão da COVID e deve ter recebido uma diária, mas não com dinheiro da COVID. A desculpa pode ter sido assim: ‘trabalhei na questão da COVID, mas não recebi dinheiro do COVID’. Aí de repente colocaram no lançamento COVID sem explicar a situação”, explicou.

Já o prefeito Cleidimar da Silva Camargo, conhecido como Buda do Lair (PSDB), defendeu seu secretário mesmo ainda se averiguar os fatos. “Não é do meu conhecimento, não. Quem tem conhecimento é o secretário. Ele nunca comentou nada comigo a respeito disso. Posso verificar com ele. Não estou na cidade no momento, mas de uma coisa tenho certeza absoluta até pela idoneidade dele: ele não está fazendo nada que não pode. Se ele está pagando alguma coisa está previsto na lei e é legal”, defendeu.

Para o prefeito não é possível que tenha acontecido a irregularidade e ele insiste em confirmar com o secretário da saúde. “Vou verificar com ele até porque ele é muito criterioso. Esse dinheiro do COVID somente podemos usar para o que está destinado. Não fizemos nada que não fosse essencial. Justamente porque – sempre falei desde que chegou o recurso – para ter muito cuidado porque seria um recurso muito bem fiscalizado e para não fazer nada precipitado. Até porque teríamos problema para responder por mais que não tivéssemos intenção de ter falhas, mas porque mais que não fez  por querer e fez da forma errada você terá problemas, por isso não acredito que isso tenha acontecido”, explicou o prefeito.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *