Delivery teve alta de 31% na última semana em Campo Grande

Reprodução/Internet

Levantamento realizado por várias instituições economicas de Campo Grande, entre os dias 22 a 31 de março, avaliou o novo comportamento do consumidor e as dificuldades dos empresários durante as semanas de maiores restrições que levaram a suspensão do atendimento presencial do comércio na Capital.

De acordo com a pesquisa feita com 366 consumidores e 77 empresários ou gerentes, a aderência ao sistema de delivery, em geral, foi de 31% da população nos últimos dias. Alguns cormeciantes estavam preparados para atender nesta modalidade, 77% dos bares e restaurantes, 53% das lojas de calçados e vestuário e 20% do comércio de decoração e presente informaram que pretendem manter essa estratégia de vendas mesmo no pós-pandemia.

Os números apontam que somente 9% disseram ter comprado produtos de  Páscoa e 24% fizeram compras de refeições prontas no sistema delivery, além de 49% que informaram ter comprado alimentos e produtos de limpeza.

Dificuldades

Quando consultados, os empresários, 84% apontaram como principal dificuldade o pagamento da folha salarial, 40% mencionaram o capital de giro e 40% os impostos. Também houve 18% que disseram estar confusos quanto ao entendimento de decretos sucessivos.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *