Consórcio autoriza assinatura de contrato para importar vacina Sputnik V; MS comprou 2 milhões de doses

Sputnik v

O repasse de recursos só será efetuado após Anvisa autorizar

Durante reunião do Conselho de Administração do Consorcio Brasil Central na última semana, Mato Grosso do Sul junto com mais seis Estados aprovaram a assinatura do contrato com o RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto) para a importação de 28 milhões de doses da vacina Sputnik V para o combate à Covid-19.

Mato Grosso do Sul vai adquirir 2 milhões de doses da vacina com a capacidade de imunizar 1 milhão de pessoas. A eficácia da Sputnik V, que exige a aplicação de duas doses, é de 91,6%, segundo dados publicados na revista científica “The Lancet”.

Entretanto, o repasse de recursos só será efetuado após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o uso no País ou se o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgar decisão autorizando a aquisição pelos Estados.

Consórcio BrC

Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) é formado pelo Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão e Rondônia. O governador Reinaldo Azambuja já presidiu o consórcio. Hoje, a presidência é do governador do DF, Ibaneis Rocha. Acesse também: Moradores do Nova Esperança denunciam fechamento de unidade de saúde do bairro

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *