Capital e mais 21 municípios estão na bandeira vermelha

Número de municípios na bandeira vermelha aumentou de 12 para 22 nesta semana

Com 22 municípios no grau de risco alto (bandeira vermelha) aumenta a preocupação do Governo do Estado, com isso resolvendo antecipar a atualização dos dados do Prosseguir, que avalia o grau de risco dos 79 municípios, e já enviou novas recomendações aos prefeitos com validade até o dia 5 de dezembro.

“Mais uma vez pedimos à população que não se aglomere e que observe as medidas de biossegurança para não sobrecarregarmos nosso sistema de saúde e, principalmente, comprometer a vida das pessoas. Infelizmente a pandemia está novamente em crescimento no nosso Estado e precisamos concentrar esforços neste combate”, enfatizou secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Côrrea Riedel.

Se comparados aos dados da semana anterior, 38 municípios mantiveram o status, 10 municípios melhoraram e 31 pioraram seu grau de risco. No entanto, nenhuma cidade apresentou grau de risco extremo (bandeira cinza) ou baixo (bandeira verde).

O mapa situacional das quatro macrorregiões de Saúde (Corumbá, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados), apresenta 13 municípios na faixa de risco tolerável (amarela), 44 municípios no grau médio (bandeira laranja) e 22 no grau de risco alto (bandeira vermelha). Nenhuma cidade apresentou os graus de risco extremo (bandeira cinza) ou baixo (bandeira verde).

Contudo para gerar essa classificação, o programa avalia indicadores municipais relacionados à disponibilidade de leitos de UTI, quantidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), busca por contatos de casos confirmados, redução da mortalidade por Covid-19, disponibilidade de testes, incidência na população indígena, redução de casos entre profissionais da saúde, redução de novos casos, necessidade de expansão de leitos e situação de fronteira com país ou divisa com Estado que tenha aumento de casos.

Os mapas situacionais atualizados, recomendações para os municípios e a distribuição das atividades econômicas por faixa de risco, estão disponíveis no site www.coronavirus.ms.gov.br.

(Com informações: Portal MS)

Veja também:

https://oestadoonline.com.br/2020/11/27/ses-faz-apelo-para-que-municipios-encerrem-casos-no-sistema/

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *