Caixa não atualiza cartões de beneficiários e amanhece com filas quilométricas

Crédito: Itamar Buzzatta

As unidades da Caixa Econômica Federal amanheceram com filas quilométricas nesta terça-feira (6) em plena pandemia. O motivo do tumultuo é a não atualização de cartões dos beneficiários que deveria ser realizada pela instituição financeira. A equipe de reportagem do jornal O Estado Online foi até a agência da rua Mal. Cândido Rondon e constatou que grande parte dos usuários que buscam os atendimentos são idosos.

Uma mulher de 67 anos conta que mandou a filha para resolver o problema por conta das comorbidades, mas não aceitaram. Ela teve que enfrentar a fila mesmo com a idade avançada e a aglomeração no local.

O auxílio emergencial começou a ser pago novamente nesta terça-feira (6) com valores que variam de R$ 150 a R$ 350. O pagamento para quem nasceu em janeiro cairá hoje em conta digital aberta pela Caixa Econômica Federal. O dinheiro poderá ser usado para compras, transferências e pagamento de contas, pelo aplicativo Caixa Tem, mas o saque só ficará disponível a partir de 4 de maio, sendo assim, é essencial que todos possuam o cartão.

O calendário de pagamento do auxílio segue o mês de nascimento dos beneficiários. A primeira parcela será paga ao longo de abril, até dia 30, quando receberá quem nasceu em dezembro. No total, serão quatro parcelas.

Karine Alencar com informações de Itamar Buzzatta

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *