BRECHAS: Após denúncia, UPA faz BO contra médico da escala

1574896702

A escala da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Dourados teve que ser revelada após a vereadora Lia Nogueira (PP) entrar com um requerimento pedindo explicações à Funsaud (Fundação de Saúde de Dourados). O recurso foi feito nesta segunda-feira (5) com base em provas e documentos anexados pela parlamentar e, de acordo com Lia, só após isso a unidade de saúde registrou um boletim de ocorrência (B.O) contra o médico que seria o responsável por elaborar esta o procedimento.

“Esta escala é de médico plantonista da UPA. Se não me engano, tem que ter uma média de seis médicos por plantão. É o da Ala COVID, ALA verde, Ala Vermelha, Pediatra, enfim, tem uma separação neste sentido”, conta a vereadora que também é jornalista. Lia destaca que esta escala é feita com mais de um mês de antecedência.

“Mas ela estava em aberto no domingo (4). Não tinha um médico na escala. A escala estava com brechas. Estas brechas, segundo minhas fontes, elas acontecem com frequência. É por isso quer as pessoas procuram a UPA, que é porta aberta, referência no primeiro atendimento, não encontram médico lá e ficam horas e horas e horas porque tem estas brechas”, revela a vereadora.

É uma caso de saúde pública. “Há uma negligência em relação a isso. Isso é um crime!”, aponta. Lia conta que o vereador Dr. Diogo Castilho (DEM) foi lá fazer uma visita no domingo de Páscoa (4) porque sabia que não tinha plantonista e foi dar uma força como médico. “Deixaram ele lá. Você chegou agora fica aí. Só que eu fiquei sabendo que o médico que era responsável pela escala pediu exoneração. Ele já comunicado. Ele já tinha oficializado a exoneração desde o dia 23 de março. Agora a direção da UPA quer imputar a responsabilidade nele, quando na verdade sabiam da situação. Vem ocorrendo falhas com frequência. Isso aí é crime. É crime você não ter escala definida. Escala deve ser feita previamente para que se ocorra algum problema outro médico substitua.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *