Bolsonaro cogita reduzir impostos sobre jogos eletrônicos

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na quinta-feira (8) que pretende reduzir os impostos sobre jogos eletrônicos, em um passo parecido ao que realizou há pouco mais de um ano. Ele indicou ter conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para diminuir o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de games para 30%.

“Em 2019, baixamos os impostos sobre jogos eletrônicos de 50% para 40%. Ontem, falei novamente com o Paulo Guedes para buscarmos uma nova redução, de 40% para 30%. Reconheço não ser o ideal, mas estamos avançando”, publicou Bolsonaro, em sua conta no Twitter.

A declaração faz referência à redução de IPI realizada em agosto de 2019. Na ocasião, o presidente assinou um decreto que determinava alíquotas de 16% a 40% para o imposto sobre consoles, peças e acessórios — até então, elas giravam entre 20% a 50%. A medida foi criticada por representantes da Zona Franca de Manaus, que apontavam o risco de fechamento de empregos.

Consoles

Em seu tweet, Bolsonaro comenta sobre uma redução do IPI para jogos eletrônicos, mas cita a alíquota de consoles. No decreto de 2019, não houve redução de impostos sobre games, e sim, sobre consoles, partes e acessórios. A categoria que teve a alíquota reduzida de 50% para 40% foi a de “consoles e máquinas de jogos de vídeo”.

O mesmo documento reduziu de 40% para 32% o IPI de partes e acessórios de consoles, e de 20% para 15% em modelos com tela integrada. Vale lembrar que o Senado tem uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que prevê imposto zero para consoles e jogos no Brasil. A última movimentação ocorreu em agosto de 2019 quando foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. Acesse outras notícias.

(Com informações: Tecnoblog)

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *